No Rio, último comandante da MINUSTAH fala sobre experiência brasileira no Haiti

General Ajax Porto Pinheiro em Porto Príncipe, no Haiti. Foto: MINUSTAH/Igor Rugwiza

General Ajax Porto Pinheiro em Porto Príncipe, no Haiti. Foto: MINUSTAH/Igor Rugwiza

O Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) recebe nesta quinta-feira (23) o último comandante da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), o general Ajax Porto Pinheiro. No encontro, realizado em conjunto com o Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica (IRI-PUC Rio), o Instituto Igarapé e o Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), o oficial falará sobre a experiência das tropas brasileiras na ilha caribenha. O evento é aberto à imprensa.

Os 13 anos das tropas brasileiras no Haiti foram repletos de desafios: o combate às gangues de rua do país; graves questões de segurança; emergências humanitárias provocadas por desastres naturais, como furacões e o terremoto de 2010; e três eleições presidenciais.

A Missão foi criada em 30 de abril de 2004 pela Resolução 1542 do Conselho de Segurança da ONU e contou com a atuação de 37,5 mil militares brasileiros. A MINUSTAH foi substituída pela Missão das Nações Unidas para o Apoio à Justiça no Haiti (MINUJUSTH, na sigla em francês), que irá apoiar os esforços governamentais de fortalecimento das instituições, no desenvolvimento da Polícia Nacional e no monitoramento, relato e análise da situação dos direitos humanos.

Serviço:
Dia 23 de novembro – 11h
Av. Marechal Floriano, 196 – Palácio Itamaraty – Auditório do UNIC Rio
Credenciamento de imprensa: unic.brazil@unic.org
Informações para a imprensa: (21) 2253.2211 – Roberta Caldo